Um modelo diferente

Estava pensando num modelo de negócios (ach) diferente para lidar com equipes de TI, onde os desenvolvedores (analistas, programadores, testers, etc) receberiam bônus por qualidade de software.

Por exemplo:

  • Quantidade de bugs comprovados (qualidade interna)
  • Avaliação dos usuários (qualidade externa)

e não simplesmente por ‘linhas programadas’, nem por ‘funcionalidades criadas’, já que isso criaria uma corrida do ouro para que fosse feito o máximo de itens possível, com o máximo de linhas possível, mas com a qualidade sendo jogada para escanteio.

Outro item que seria interessante, para evitar que mais nada fosse criado pra nao gerar novos bugs, seria avaliar também o retorno de investimento estimado para os clientes. Ou seja, quanto mais o cliente ganhou com isso, maior seria o bônus. Isso obrigaria a equipe a focar só no que é importante, e fazer bem feito.

Claro que isso ainda é só um rascunho, mas já dá uma boa idéia de como isso poderia funcionar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: